Segunda-feira, 15 de Março de 2004

Diario do meu coração

Hoje em conversa apercebi-me de uma verdade que me descreve um pouco - Sou Amiga de mais. Faço sempre mais do que uma amiga deveria fazer, vou sempre um pouco mais além daquela linha. Mas talvez me sinta melhor em fazer um pouco mais do que me compete como amiga do que fazer menos. Sabem que mais estou cansada dos "talvezes". Preciso e quero certesas que sei que não tenho e quenunca terei.
publicado por Mulher Especial às 01:35
link | comentar | favorito
Sexta-feira, 12 de Março de 2004

O que escrevo . . .

escrever1.jpgLembro-me da primeira vez que escrevi o que senti, foi algo tão novo, tão....era uma pequena criança quando escrevi o que sentia pela primeira vez. Desde então que vivo escondendo-me em palavras e fugindo delas. Adoro escrever, mas odeio o que escrevo. Antes de me deitar leio, releio palavras consagradas e sinto uma vontade imensa de fugir destas palavras que deixo marcadas no papel, sinto um desejo de queimar tudo com o fogo do que é certo do que é correcto. Mas acabo por guardar todas as palavras desalinhas em caixas na esperança de um dia serem grandes palavras. Não posso negar que escrever me faz sorrir, mas também me faz chorar, escrever o que sinto provoca uma dor que não conheco ao certo. Ter criado este Blog foi um acto de curiosidade que se tornou em algo viciante, escrever palavras que parecem nada mas que levam pessoas a ler e a comentar faz-me questionar. Comentar palavras de quem lê as minhas desalinhas palavras sentidas e vivas com tanta intensidade dá-me força dá-me vontade de escrever mais e mais.
Se me pedissem para descrever diria que sou uma montanha russa daquelas horriveis muito altas. Sou de extremos no que vivo, no que sinto mas não no que faço, falta me estabilidade interior julguei que a tinha encontrado mas na verdade era uma falsa estabilidade. Gosto de escrever mas o que escrevo são apenas palavras simples sem sentido certo ou preciso.
publicado por Mulher Especial às 03:00
link | comentar | ver comentários (21) | favorito
Quinta-feira, 11 de Março de 2004

Tento saber

rosa2.JPG

Mandara-me esta música e desde então que cada palavra faz mais sentido queria partilhar, porque eu hoje estou desanimada talvez porque o sol hoje tenha ficado escondido por de tras das cortinas como se tivesse vergonha. Sinto-me desanimada com tudo o que sou, o que tenho, o que quero e o que sei ser o meu futuro. Queria, quero o impossivel. Um daqueles abraços que apenas existem no meu imaginário. Queria não ter de pedir, não ter de telefonar para virem atê mim. Uma cama...e um abraço, o toque no cabelo aquilo que sinto, aquilo que chamo de carinho puro.....Hoje estou como o sol com vergonha de mim, do que sou, do que quero, do que tenho, do meu presente e do meu futuro.

Tento saber
(Nuno Guerreiro)

Tento saber como é que vai ser
se possso viver sem ti
tento fugir mas eu só penso
na hora em que estás aqui
Tu nunca vens e quando apareces
finges que não há nada
deixas-me só sempre a pensar
que chegámos ao fim da estrada

Pode parecer que sou livre
mas eu estou preso a ti
às vezes disfarço e não consigo
eu só penso na hora em que estás aqui

Ligas pra mim eu vou até aí
depois dizes que não podes
prometo que naõ te quero ver mais
até que tu não me largues

Não vejo ninguém vou por aí
deixo passar as horas
chamo-te nomes grito contigo
e tu dizes que me adoras

Tento manter a calma às vezes
parece que não te ligo
pode parecer até que te esqueço
mas só quero estar contigo

Tento dizer adeus e tu deixas
sempre uma porta aberta
tento esconder fugo pra noite
acordo de uma directa


Por isso quero partir, entendes agora? Entendes do que quero "fugir"? Porque te digo que vou embora? É por isto....mas não sei se conseguirei.....se irei....

Um Beijo No Coração de cada um de vós
publicado por Mulher Especial às 15:09
link | comentar | ver comentários (9) | favorito

O que desejo...

O que desejo, o que quero realmente. Não quero nada e tudo desejo. Desejo a PAZ...não quero o sstresses. Desejo o meu AMOR...não quero as discusões. Quero tanto e nada desejo. Quero um sonho na realidade. Quero sorrir, um abraço apertado, uma mão que me agarre....Nem sei que palavras são estas que escrevo. Preciso de pensar no meu futuro porque no passado não adianta. Destrui o caminho que tinha sem me aperceber disso e agora estou aqui sentada sem sentimentos.... Olho em volta ouço palavras e não consigo sentir. Quero a vida mas também já quis a morte, confesso. Quero mais do que tenho, quero o que já tive e o que nunca tive e sempre sonhei. Quero alguem do meu lado que não seja apenas Amigo, que seja um futuro...quero não pensar...desejo não sentir esta dor na minha cabeça que se instalou com os problemas que tenho em mim....Quero tanto e nada quero...Desejo Tudo e nada desejo.
publicado por Mulher Especial às 09:08
link | comentar | ver comentários (12) | favorito
Terça-feira, 9 de Março de 2004

...

Li os vossos comentarios e adorei, mas hoje foi um dia complicado e esotu de rastos para conseguir escrever o que estoua sentir e a viver amanha vais er um dia pior ainda, mas amanha estarei cá a responder com carinho a todas as vossas palavras de preocupação e carinho Muito OBRIGADA a TODOS BEIJOS FOFOS E DOCES
publicado por Mulher Especial às 01:16
link | comentar | ver comentários (7) | favorito
Segunda-feira, 8 de Março de 2004

Simplesmente

......................Não sou suficeintemente boa.............para nada............................. Não sou suficeintemente boa.............para lugar algum............................................ ...................................Não sou suficeintemente boa.............para ninguem..........
publicado por Mulher Especial às 02:39
link | comentar | ver comentários (8) | favorito

Desabafo...perdoem-me

coracaopartido2.bmpQue raiva....porque tem de ser assim? Estou cansada de perder. Tudo perdi na realidade. Tudo perdi ao tentar ajudar, ao ser o que sou. Desculpem-me as palavras mas............ só me apetece gritar....desaparecer neste mundo que desconheco.....não quero mais entregar meu coração quero fecha-lo para sempre. Nunca procurei e no entanto só encontrei, só encontro dor. Tenho saudades do tempo em que era criança........mas ao lembrar-me desse tempo relembro das torturas que sofri, do silêncio calado que guardo ha tantos anos e que já tanto me matou por dentro...Tenho saudades de um tempo que não vivi, de momentos que desconheco. Olho em volta e sinto-me só como se o que sinto, o que vivo, o que vivi fosse apenas meu. Sinto-me louca, quero desestir do que não tenho, quero partir de onde estou para não mais voltar. Estou cansada e só me apetece correr.......correr para longe de mim, das minhas lembranças, dos meus sentidos, do meu pensamento, da minha existência. Estou cansada e só me apetece correr para bem longe. E mais um dia passa, e mais uma noite chegou e eu aqui fiquei só. E mais um dia passa, e mais uma noite chega e eu vou dormir com os olhos repletos de água sem entender,sem perceber o que sinto....porque sinto. Porquê Eu? Olho em volta e vejo sorrisos, abraços planos de presentes, passados e futuros juntos... e sempre eu estou só. Estou cansada. Perdoem-me o desabafo mas estou cansada de os dias se passarem e de estar só. Será que assim vou ficar? Estou cansada de ouvir elogios mil e de mesmo assim nunca servir para ninguem. Estou cansada...mas perdoem-me o desabafo que sai deste coração já tão cansado que nada entende.....
publicado por Mulher Especial às 01:50
link | comentar | ver comentários (14) | favorito
Domingo, 7 de Março de 2004

Hoje . . .

Tou cansada de elogios. Cansada de ouvir vozes muito, pouco ou nada conhecidas a elogiar o que faço, o que sou, como sou....ESTOU CANSADA.... Não elouqueci pelo menos não ainda. É claro que todos gostamos de um elogio, e eu não sou diferente. Mas então porquê esta solidão dentro de mim. Sinto-me como uma daquelas repartições que está aberta das 9h as 17h e depois fecha e todos vão para suas casas. Aquela repartição ali fica atê as 9h do dia seguinte sozinha sem funções. Estou cansada dos elogios e de não servir para partilhar uma vida. Estou cansada de elogios que acredito sinceros e sentidos, daquela sensação me tentam passar de que sou boa demais... Queria...quero ser diferente...quero ser "má"....indiferente a dor alheia....despreocupada com problemas de quem conheco...Quero partilhar uma vida.
publicado por Mulher Especial às 21:57
link | comentar | ver comentários (16) | favorito

Apenas Eu . . .

cama2.jpg

Apenas eu. No infinito daquele quarto, na imensidão daquela cama de lençóis de linho. Apenas eu. Um corpo imóvel, feliz, sorridente ali deitado, perdido. Despertei com as juras de AMOR feitas por ELE.
Olhei para o Mundo lá fora, estava tudo tão diferente. Parecia haver uma cumplicidade geral, os pássaros, as aves, as arvores, as nuvens, o sol todos cantavam uma melodia deliciosa….encantadora
Num instante o vento insurgiu-se e abriu a janela de rompante. As juras de amor que vagueavam pelo quarto fugiram como se eu fosse um carcereiro. Foi então que percebi como era especial a noite anterior, como tinha sido magica. Mas foi também nesse mesmo momento que percebi que nunca mais iria ouvir tais juras. O obscuro caiu sobre mim. Os meus olhos deixaram de se erguer, as vagas lembranças daquela noite foram invadidas por uma enchente. Os meus lábios deixaram de sorrir, nem mesmo conseguia fazer o mais pequeno som de tristeza. O meu coração fechou-se mergulhado na dor. Uma vida inteira na expectativa daquela noite. Teria de ser mágica, romântica, carinhosa, repleta de AMOR…..INESQUECÍVEL, perfeita. Consegui que fosse tudo isso e muito mais. Mas nunca pensara como seria o acordar, o dia seguinte e o ………
Agora o sonho terminou e a dura realidade é que não acordei ao lado de quem confiara, para quem me entregara, para quem me guardara toda a vida. Não havia nada que confirmasse a sua presença naquele quarto. Não me mexi na esperança que tudo não passa-se de um pesadelo. Aquele quarto era a única prova daquela noite. Tudo deixara de ser o mesmo. Uma só noite pode mudar toda uma vida. A minha estava mudada para sempre .
Não sei ao certo quanto tempo ali fiquei paralisada revivendo a mágica noite. Analisei cada momento na esperança de uma pequeníssima pista, de um simples detalhe para que ELE partisse assim.
Com os olhos pesados e cansados deitei a cabeça sobre a almofada dele. Um pequenino sorriso esboçou-se na minha boca, afinal uma prova que ele estivera ali --- o seu perfume. Estivera ali impregnado na almofada imóvel as minhas duvidas, as minhas lágrimas. Adormeci abraçada a almofada como se tratasse do seu corpo, o seu suave perfume espalhou-se nos meus sonhos.
Acordei lentamente com o raiar do sol. Pensei que tinha tido um pesadelo Por todo o quarto havia jarras de flores. Uma mesa cheia de iguarias que nunca antes tinha visto fez me sentir uma rainha, parecia um sonho. Na mesa de cabeceira havia uma rosa branca sem espinhos, por baixo um envelope.

Cheirei a rosa que tinha um perfume doce e suave, abrir o envelope.



Desculpa ter-te abandonado neste quarto mas.... PERDOA-ME

Se toda a gente falasse, como falo de ti, nunca irias pensar de outra maneira.

Foi bom conhecer-te, poder dizer-te olá, foi bom amar-te, quero continuar.


cama2.jpg
publicado por Mulher Especial às 03:17
link | comentar | ver comentários (6) | favorito

...

lagrima4.bmp
publicado por Mulher Especial às 00:44
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. My Life

. ...

. ...

. ...

. Diz-me que hei-de eu faze...

. Escreverei palavras sempr...

. ...

. ...

. ...

. ...

.arquivos

. Setembro 2007

. Junho 2004

. Abril 2004

. Março 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds