Domingo, 7 de Março de 2004

Apenas Eu . . .

cama2.jpg

Apenas eu. No infinito daquele quarto, na imensidão daquela cama de lençóis de linho. Apenas eu. Um corpo imóvel, feliz, sorridente ali deitado, perdido. Despertei com as juras de AMOR feitas por ELE.
Olhei para o Mundo lá fora, estava tudo tão diferente. Parecia haver uma cumplicidade geral, os pássaros, as aves, as arvores, as nuvens, o sol todos cantavam uma melodia deliciosa….encantadora
Num instante o vento insurgiu-se e abriu a janela de rompante. As juras de amor que vagueavam pelo quarto fugiram como se eu fosse um carcereiro. Foi então que percebi como era especial a noite anterior, como tinha sido magica. Mas foi também nesse mesmo momento que percebi que nunca mais iria ouvir tais juras. O obscuro caiu sobre mim. Os meus olhos deixaram de se erguer, as vagas lembranças daquela noite foram invadidas por uma enchente. Os meus lábios deixaram de sorrir, nem mesmo conseguia fazer o mais pequeno som de tristeza. O meu coração fechou-se mergulhado na dor. Uma vida inteira na expectativa daquela noite. Teria de ser mágica, romântica, carinhosa, repleta de AMOR…..INESQUECÍVEL, perfeita. Consegui que fosse tudo isso e muito mais. Mas nunca pensara como seria o acordar, o dia seguinte e o ………
Agora o sonho terminou e a dura realidade é que não acordei ao lado de quem confiara, para quem me entregara, para quem me guardara toda a vida. Não havia nada que confirmasse a sua presença naquele quarto. Não me mexi na esperança que tudo não passa-se de um pesadelo. Aquele quarto era a única prova daquela noite. Tudo deixara de ser o mesmo. Uma só noite pode mudar toda uma vida. A minha estava mudada para sempre .
Não sei ao certo quanto tempo ali fiquei paralisada revivendo a mágica noite. Analisei cada momento na esperança de uma pequeníssima pista, de um simples detalhe para que ELE partisse assim.
Com os olhos pesados e cansados deitei a cabeça sobre a almofada dele. Um pequenino sorriso esboçou-se na minha boca, afinal uma prova que ele estivera ali --- o seu perfume. Estivera ali impregnado na almofada imóvel as minhas duvidas, as minhas lágrimas. Adormeci abraçada a almofada como se tratasse do seu corpo, o seu suave perfume espalhou-se nos meus sonhos.
Acordei lentamente com o raiar do sol. Pensei que tinha tido um pesadelo Por todo o quarto havia jarras de flores. Uma mesa cheia de iguarias que nunca antes tinha visto fez me sentir uma rainha, parecia um sonho. Na mesa de cabeceira havia uma rosa branca sem espinhos, por baixo um envelope.

Cheirei a rosa que tinha um perfume doce e suave, abrir o envelope.



Desculpa ter-te abandonado neste quarto mas.... PERDOA-ME

Se toda a gente falasse, como falo de ti, nunca irias pensar de outra maneira.

Foi bom conhecer-te, poder dizer-te olá, foi bom amar-te, quero continuar.


cama2.jpg
publicado por Mulher Especial às 03:17
link do post | comentar | favorito
|
6 comentários:
De luar_Triste a 8 de Março de 2004 às 02:27
Angeliser, no desespero, no meio da loucura que nos atinge é a melhor solução que temos....doi eu sei....acredita que tenho pensado muito se naquele dia tudo tivesse sido diferente como teria sido, não há dia em que não pense, não relembre, não reviva....Beijos


De Angeliser a 8 de Março de 2004 às 02:12
Suicidio n é solução :( infelizmente perdi alguem assim.


De luar_triste a 7 de Março de 2004 às 22:05
Existem várias soluções e o suicídio é uma delas sem dúvida alguma, não digo se é a melhor, se é a pior, não digo que a escolhi ou mesmo que a coloquei de parte digo apenas que é uma solução como qualquer outra Beijos


De DarkWinterDayz a 7 de Março de 2004 às 21:48
Miuda não podes ficar assim. Eu tb ando muito mal.
Qual a solução? Vamos-nos suicidar!!!!
:D
beijos


De luar_triste a 7 de Março de 2004 às 21:30
A noite não exestiu na realidade que conhecemos, exestiu dentro de mim num sonho, num pensamento Homem algum seria capaz de tal cena nesta realidade que vivemos hoje. Beijocas


De Anne a 7 de Março de 2004 às 14:27
Lindo! Que continue e que esta noite seja realmente o início de tudo. Adoro finais felizes, nem sempre é possível, mas... Beijo grande.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. My Life

. ...

. ...

. ...

. Diz-me que hei-de eu faze...

. Escreverei palavras sempr...

. ...

. ...

. ...

. ...

.arquivos

. Setembro 2007

. Junho 2004

. Abril 2004

. Março 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds